quinta-feira, 12 de agosto de 2010

5- Laura


Nós duas subimos e peguei o telefone pra ligar pra minha vó, contar o que aconteceu e dizer que os meninos iam passar lá. Enquanto isso, a Giovanna contava o que aconteceu pro pai dela e depois pra minha mãe.
- Vou tomar banho.- eu disse, depois de ver que na minha mochila tinha uma roupa extra.
- Você tem uma outra blusa? A que eu usei na praia encharcou, e por algum motivo eu só trouxe uma saia.- Gi pediu.
- Usa essa! – joguei a limpa pra ela – Eu pego uma do Cauã.- sorri maliciosamente.
Fui para o primeiro banheiro, lavei o cabelo com o shampoo do João e depois entrei no quarto do Cauã, coloquei meu shorte jeans desfiado e procurei uma camiseta na gaveta dele, achei uma camisa xadrez azul, penteei o cabelo e fui pra sala. A Gi já estava lá com uma saia xadrez e minha camiseta verde.
- A gente podia fazer aquele caldo de frango que o Edgar gosta, né? – Gi propôs.
- Aham! – concordei ao mesmo tempo que trovejou, ainda chovia forte e já eram umas seis da tarde, mas estava tão escuro que parecia mais tarde. O celular do Edgar tocou.
- Oi.- atendi.
- Julie?- perguntou a voz do outro lado.
- É ela.-
- Oi, aqui é a Laura.- a voz se alegrou.
- Oi Laura, como que tão as coisas aí na casa do seu irmão?-
- Tava tudo ótimo! Acabei de chegar em casa, voltei mais cedo.Cadê o Ed?-
- Laura, ele se machucou surfando e foi pro hospital com os meninos.-
- Hospital? Machucado? O QUE ACONTECEU?!-
- Parece que não foi sério, uma água viva queimou a perna dele e ele cortou o braço com uma pedra. –
- Meu Deus! Eu tô indo pra ai! Beijo, até agorinha!- ela desligou.
Olhei pra Giovanna e começamos a rir.
- Essa menina é doidinha. - comecei a rir.
- Apaixonada no Edgar! – Giovanna disse. – Tentei falar com eles quando saí do banho, mas os cabeçudos deixaram o celular em casa, só o Vicente que pegou o dele e disse que tava saindo da casa da vovó agorinha mesmo. -
- Deve ta tudo bem, noticia ruim chega cedo. E não foi tão grave. - Fui indo na direção da cozinha, Gi veio atrás de mim.
- Quero ver a gente convencer a louca da Laura disso. -
- Verdade!-
- Fico bonitinha com essa camisa xadrez. -
- Obrigada. - sorri timidamente.
Nós duas começamos a fazer o caldo, cantando rock nacional e eu fui contando da minha festa de amanhã, aonde eu esperava que não chovesse como hoje.
- Tô pensando em usar aquele meu vestido azul claro. - Giovanna me disse, preocupada em não usáramos a mesma cor de vestido.
- Fica tranqüila, comprei um rosa que é lindo, vou usar com... - fui interrompida pelo interfone, Gi atendeu.
- Oi. - esperou a resposta. – Ta, vou abrir. -
- Laura?-
- Sim, vai começar a neurose... -
Beijos,
Marcella Leal
P.S- Me desculpem por ter saido da programação do blog, tive problemas serios com a internet, mas estou de volta, toda segunda e quinta. Comentem, serve como um estimulo para mim...

4 comentários:

Gabriela Petrucci disse...

Com que que ela vai usar o vestido rosa?

Melodias de uma garota nada normal !!! disse...

lauraa malukaa uhsuahs
ansiosa

Deborah Acordi disse...

ai, festa, to até ansiosa :D

Henrique Miné disse...

se ela for foda mesmo ela vai de vestido rosa e tênis!

HÁ!